Sem Presente

Sem Presente

O Tempo passa arrasa amansa

ecoa

e vagamos no deserto do passado

sem a referência

buscando o presente

inexistente

no caminho da diáspora

permanente

e no entanto

houve um olhar na juventude

com gosto de mel

e cântico de jasmim

que ousou crer

ser

23/09/21

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s